sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Luzes Na Escuridão

Olho as estrelas

Sabendo que elas, não, mas existem

São corpos flutuando

Num espaço vazio

Minha mente viaja pelo mundo da lua

A realidade não, mas me importa

A ilusão que me faz viver

Se parece cada vez mais com você

Os dias da semana

São todos iguais

As estrelas sempre estarão

No mesmo lugar

Eu não sei onde estou

E nem quero saber

Se ninguém se importa

Comigo ou com você

41 comentários:

Karla Hack dos Santos disse...

Lindas Palavras..
Fluem em sentimento!

;D

Sandro Batista disse...

Dizer que seu poema é lindo, é chover no molhado... Sou visita constante aqui, e a qualidade e sensibilidade não mudam!

Aflaudisio Dantas disse...

Parabéns pelo seu blog, desejo todo o sucesso

Muller disse...

belo post otimo blog
parabens

http://tabernadoviking2.blogspot.com/

Glal disse...

Belas palavras meu caro!O belo blog!
http://juventudeinformada.blogspot.com/

Mellisse Devonelli* disse...

Liindo poeema !
*-*
http://giuliacostameg.blogspot.com/

passaportelove disse...

Lindo o poema super profundo e sensível,parabéns pelo blog!!bjkss

April O'nil disse...

muito bom!!!

Luis Tonello disse...

Não seja negativists. Tem muita gente q se importa comigo e com vc.

Sempre há luz na escuridão!!!

joão victor borges disse...

Nas cidades nos sentimos assim, onde estão as estrelas e aonde nós vamos. Imagina na escuridão completa sob as estrelas.

Abraço! ;)

http://anpulheta.blogspot.com

miss universo ™ disse...

Parabéns pelo blog. Está perfeito e os artigos são muito bons!

http://comunidademissuniversotm.blogspot.com/

Menino Louco disse...

muito tri,gostei muito.

pisovelho.com.br disse...

Quanto mais as coisas mudam, mais elas parecem iguais...

Tati disse...

Olha-se as estrelas e se vê o passado.
Belos versos. Livres como sempre!

Brenda disse...

Como é bom olhar as estrelas e deixar os pensamentos fluírem... Deus é maravilhoso *-*

Jonathan Alves disse...

Boa iniciativa, cotinue assim.

B.A disse...

Sensibilidade a flor da pele. Muito phoda suas palavras. Quando puder dá uma passada lá no meu blog. xD

ADILSON JORGE disse...

Lendo me lembrei de um poema que gosto mundo:

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-Ias, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda a noite, enquanto
A via láctea, como um pátio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"
E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas." (Olavo Bilac)

Abraços
http://ceucaindo.blogspot.com/

ADILSON JORGE disse...

gosto MUITO**

RS

Raoni Piagem disse...

Esta de parabéns meu caro pelo seu blog gostei muito

Gregory Vancher disse...

Gostei das imagens verbais do poema.
Apesar de muito recorridas não deixam de ser bonitas.

Raoni Piagem disse...

Estou te Seguindo

Loirinha ;* disse...

Manda beeem ;)

http://ummundoquaseparticular.blogspot.com/2011/02/novidade-no-blog-hoje-farei-minha.html

PENÚLTIMO DIA DA PROMOÇÃO

para ganhar um livro : A lista de Schindler.

O vencedor será divulgado amanhã as 23hrs.

Tsu disse...

Oi! Muito legal seu blog, ótimos poemas ^^

http://www.empadinhafrita.blogspot.com

KGeo disse...

bom texto as pessoas vem e vão as estrelas ainda vão estar lá

blogoutrolado disse...

lindas palavras, lindo blog... parabens, em tempos como os de hj o conteúdo está excasso... parabéns de novo!!!!

Millena Blogueira disse...

Belas palavras, mas pode haver sempre uma luz na escuridão.

Filipe Dias disse...

Gostei...

olhar para as estremas é olhar para o passado já disseram, porem o que não disseram é que vc vai passar e as estremas, as mesmas estarão lá para serem olhadas por outros

Guilherme Lombardi disse...

Os sentimentos fluem nas belissimas palavras do seu texto, parabéns!

AugustoM disse...

Parabéns, ótimo texto, muito bonito mesmo...
Gostei.

http://enganaador.blogspot.com

Ana Patrícia disse...

vaLembrei do poema constelação, de Olavo Bilac.
Essa coisa de realidade e ilusão dão um ótimo pano pra manga... Gostei da sensação fotográfica que o texto passou em relação as estrelas *-*
Até mais

ℒαrissα Cαnziαni disse...

SENTIMENTO LINDO.

Dono BAJ Séries disse...

lindas palavras, gostei

http://bajseries.blogspot.com/

Carla disse...

gostei dos poemas, me fez lembrar o passado. Parabéns, vc conseguiu trazer de volta minhas lembranças do colégio, quando eu escrevia poemas na capa do meu caderno. Amei.

passa lá no meu:

http://curtindocompoucodinheiro.blogspot.com

· Dany Souza disse...

Lindo, mesmo.

Mr. Rïver disse...

Parabéns pelo blog!

Um abraço!

Habib Sarquis disse...

Lindo poema. Estou seguindo.

http://boomnaweb.blogspot.com/

Pobre esponja disse...

Isso mesmo, poeta.
Olhar para o céu é olhar para o passado: as aparências enganam.

abç
Pobre Esponja

KGeo disse...

é sempre bom ter um momento em que o seu pensamento sai da terra.

Habib Sarquis disse...

Fluem sentimento. Muito bom. Parabéns!

http://boomnaweb.blogspot.com/

Lucyano Jorge disse...

Seus textos transbordam sentimento...
Aguardo novas postagens

Forte abraço

http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/