sábado, 1 de setembro de 2012

Aquele Dia

Tanto tempo faz
Que nem me lembro mais
Daquele dia
Tanto tempo faz
Que ate um tempo atrás
Pensei que tudo mudaria
Tanto tempo faz
Mas nada foi capaz
De fazer voltar
Tudo que passei
Tudo que virá
Tudo que passará
Estórias eu contei
Há estórias pra contar
Estórias que nunca acaba
Tanto tempo faz
Que nem me lembro mais
Daquele dia

43 comentários:

Fernando disse...

olá
belo poema cara
é sempre bom poder recordar os poemas que eu fazia rs

gde abrsss
fernando
http://fernu5083.blogspot.com.br/

bieulzinlima@live.com disse...

tocante muito bom rs

bieulzinlima@live.com disse...

muito bom gostei

Ítalo Richard disse...

Recordar é viver!

www.todososouvidos.blogspot.com

Andy disse...

belíssimo! tenho nem palavras!
tanto tempo faz...


http://idkwitm.blogspot.com.br/

Guru do Metal disse...

muito bom mesmo

Matheuslaville disse...

Gostei.... Interessante. O tempo passa ,porem tem coisas que mudam e outras não.

Unknown disse...

parabens mano

Unknown disse...


muito louco

Unknown disse...

http://snestalgia.blogspot.com.br/2012/09/emuladores-de-nintendo-ds.html

comenta la se puder

Camila Spes disse...

Ahhh, poemas. qUE ROMANTICO!!Amo muito...palavras que encantam...parabéns!!!

Abraão Braga disse...

Linda poesia.

Tati disse...

Gosto quando, de alguma forma, a poesia usa como desfecho a questão que ela se inicia. Muito bom mesmo!

Abraão Braga disse...

Muito legal

Aline Diedrich disse...

Ahhh se pudesse voltar para aquele tempo...

Miguel Guerra Lopes disse...

Olá,

O tema é recorrente na história da literatura e achei que poderia ser melhor explorado. Tente evitar clichês e caprichar um pouco mais nas rimas, para não se tornar algo previsível. De qualquer forma, você tem talento para escrever, basta seguir em frente.

Abraços,

Miguel

Mylla disse...

Lindo poema. Esquecer é bom, às vezes. :)

:*

http://hey-london.net

Epifânico disse...

Tem o fluxo muito bom. Parabéns

Marília disse...

Recorde apenas de coisas boas...

Cafajeste Sedentário disse...

as vezes é bom esquecer...
mas bom poema.

André Foltran disse...

É minha primeira vez em teu blog e gostei do que li. Seguindo já.

Se puder, visite também o meu caderno: http://andrefoltran.blogspot.com.br/

Grande abraço,
André

João Batista de Lacerda disse...

Mas nunca faltará tempo para contar novas estórias...

Dani disse...

Escute a música In The Shadows *-*

Obrigada pela visita!

Dani disse...

Estou te seguindo me segue de volta?


http://expectativasreais.blogspot.com.br/

Zetrusk disse...

muito bom, recitei aqui, ficou com um som bom, parabéns!

Débora Cândido disse...

Muito bom! Amei o poema, parabéns!

Guilherme Augusto disse...

Basta dar tempo ao tempo... :)

Monica Limeira disse...

Infelismente o tempo não volta ...mas existem momentos que ficam e outros que é melhor deixar lá tráz ...então vamos viver de eternos recomeços!!! Grande Abraço!!!!
http://alternativassonoras.blogspot.com/

Helen Thais disse...

.. tempo ao tempo e ponto!


Trollando Mesmo
http://qualetrollandomesmo.blogspot.com.br/

Tosco News disse...

Legal hein, cara!
Às vezes é complicado comentar em alguns poemas porque devemos nos sentir tocados por eles, e nem sempre é o caso...
Neste caso, nem é porque é lindo, ou profundo, ou qualquer coisa do tipo, mas porque é simplesinho como uma música e tem musicalidade. já pensou em fazer um rockzinho com ele? Ia ficar legal, man!
Abraço.

http://tosco-news.blogspot.com.br/

Café de Fita disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ingrid C. dos Santos disse...

Ahh o tempo... quantas lembranças!!
adoreei o poema!
beijinhos



libelulas-coloridas.blogspot.com.br

Rodrigo Bandas disse...

Tanto tempo faz quando eu vim aqui.

Otimo Poema, adoro seus poemas.

abraçoo

http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

Dani disse...

Muito bom, sério!


Posso te esperar no meu?
http://expectativasreais.blogspot.com.br

Marília disse...

É bonito!

Lilian da Rocha disse...

Muito bom o poema. Seguindo, retribui no http://efeitodemulher.blogspot.com.br/

Cafajeste Sedentário disse...

Como já disse antes,um ótimo poema,poderia postar com mais frequência só,acho que já comentei todas hehehe.
falo ai cara

Daam Santos disse...

E Chico canta '' Nina diz que embora nova, por amor já chorou nem viúva, mas acabou, esqueceu ''

Um dia passa. Sempre passa.

roginho disse...

me fez refletir ,passou um ,bom na vdd um nao mas varios filmes em minha mente ao ler.
seguindo o blog,sucesso =)

Vanessa Ponzoni disse...

Muito legal..O que eh um homem sem historia...

Filipe Dias disse...

boa, da para musicar, hein

Claudio Chamun disse...

Tem coisa que passam que nem queremos lembrar mesmo.

Belo poema.

www.cchamun.blogspot.com.br
Histórias, estórias e outras polêmicas

Claudio Chamun disse...

Tem coisa que passam que nem queremos lembrar mesmo.

Belo poema.

www.cchamun.blogspot.com.br
Histórias, estórias e outras polêmicas