quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

A Conexão parte 14

Paulo tremia, não conseguia acreditar. O desespero aumentava a cada minuto, o medo enlameia a razão, nubla a mente. Nada disso poderia ser real.

Paulo começou a lembrar alguns flashes do passado veio a sua mente.

Quando ele ainda morava no interior de São Paulo, tinha entre 14 a 15 anos, se recorda que juntos com uns amigos bateram num menino, ate ele desmaiar. Isso foi o que eles pensaram, mas aquele garoto não tinha apenas perdido a consciência.

Mais de dez anos se passaram desde aquele trágico incidente, agora o passado veio atormentar.

João tinha há impressão que quando mais andava, mais longe ficava a casa do seu amigo.

- Que porra e essa, parece que estou andando em círculos. João gritava dentro de si.

Parecia que o mundo lá fora, não existia Paulo não sabia quanto tempo estava preso em seu próprio quarto. Algumas horas se passaram, mas para ele parecia ter sido dias.

Paulo olhava fixamente para a tela do computador e relia, mas uma vez a ultima frase que aquela pessoa tinha escrito. Todos escaparam impunes ate agora. O que ele queria dizer com isso?

Então Paulo começou a pensar naquela historia que seu amigo tinha lhe contado sobre aquela mulher que morreu de modo estranho.

Como uma luz que se ascende no fim do túnel, agora tudo fazia sentido. Aquela mulher chamada Michele era tua ex namorada de infância, era a mesma garota que enganou o tal menino da Internet.

Agora Paulo tinha certeza sobre essa pessoa que estava ti ameaçando pelo MSN, era Alfredo.

- Meu Deus! Não, pode ser Alfredo está morto. Paulo gritou... continua...

59 comentários:

Melisseira (♥) disse...

Oi Adorei seu blog !
Beijos do Blog Sonhos em Plastico ...
http://sonhosemplastico.blogspot.com/

Futebol Total por Dan disse...

Opa, gostei para caramba do seu blog

http://futeboltotalpordan.blogspot.com/

Cláudio N. disse...

Gostei do blog e, principalmente, da sua descrição. Já sou seguidor!

http://futebolarisca.blogspot.com

Garota em Apuros disse...

Muito legal a história. E foi ótima a idéia de fazer um resumo das partes. Porque, de repente, tem partes demais para um leitor novo, não é?

Quando tiver um tempinho, dá uma passadinha no meu blog: ele conta as aventuras de uma garota que tenta sobreviver a essa droga de adolescência.
http://diariodeumagarotaemapuros.blogspot.com/

Macaco Pipi disse...

ê mundão sem fim!

textododia.com disse...

Legal, outro publicando série.

Emily Lauren Stevens disse...

interessante, parece uma história boa, é crônica? :)
depois vou ler todas as partes e comentar sobre tudo :*

passa lá no meu
http://plushmoon.blogspot.com/
beijo

Rodolfo Soares disse...

Paulo é tenso! kkk tá ficando cada vez melhor!! ainda bem que vc fez os resumos...

Abraços
www.borarir.com

Aborrecente Informado disse...

muito legal a historia, pena qjah tah na 14º parte, jah perdi as otras 12º =\
vou tentar ler ;D


http://aborrecenteinformado.blogspot.com/

Priscilla Almeida disse...

gosteii do seu blog!

Pedro disse...

Heey,

Gostei muito dessa continuação!!!

MR disse...

Adorei seu blog... voltarei sempre q puder!

pixelsgames disse...

muito bom o seu blog e obrigado pela visita valeu bom final de semana

Guilherme Bayara disse...

Adorei!!!
Favoritei e vou ler desde o inicio para entender melhor e com certeza vou continuar!

Érico disse...

Não posso comentar mt pois não peguei a história td, mais parabéns pelo seu blog, mt organizado. Um abraço do amigo Érico

Ingo disse...

Otimooooooooo
Alfredo ta vivo????
acho melhor esperar pra saber do resto^^

Parafernália o blog disse...

Bacana o texto...bem legal...

Rômulo Lopes disse...

Parece uma história interessante... vou ler o restante.

Neuro-Musical disse...

Como sempre, surpreendendo a cada capitulo!

http://cerebro-musical.blogspot.com

Diogo de Castro disse...

História muito bem escrita!

Peyton Treborn disse...

vc escreve mto bem!!!!!!
e fiquei curiosa! rsrs... provavelmnete irei ler os anteriores (:


ps: adorei seu banner! bela imagem

bjs,
Aninha

RznD disse...

continuuua, mano, continua *--* eu acompanho..

Rafaelle Macedo disse...

Gostei.Vou ler os anteriores.

tdagora disse...

Vou ler tudo com calma, mas pelo que eu li agora parece ser bem legal. :)

beijos!

Luciana

Camila. disse...

aaaaaaaaaaah
eu tinha esquecido de acompanhaaaaaaaar..mas jah li essa parte e gostei, vou ler o que eu perdi tb *-*

;*

Bruno Henrique disse...

Muito bom, parabens!

http://passagemusical.blogspot.com/

Henrique Alvez disse...

Eu li mais por me deleitar na sua boa escrita =DD
pq eu ñ peguei a parada desde o início XD
abraços e parabéns pelo blog ^^

Vinicius Oliveira disse...

Seu blog é interessante cara, ta muito bom, continue assim.


http://viniciusoliveiraa.blogspot.com/
comentem, divulgue, votem na enquete e me sigam :D, sobre futebol

Rodolfo Soares disse...

Opa amigo, tem um site que dá pra tu mesmo produzir teu livro, acho que seria interessante!

Abraços
www.borarir.com

Fabricio bezerra da guia disse...

tato tempo e essa história não temia.Já pensou em adaptar pra tv?parece piiada,mas eu sei que estão procurando talentos nos blogs

Fagnão! xD disse...

boa a historia ... vou começar e ler com mais frequencia por aqui é um ótimo passatempo! xD parabéns!


http://popundergroundofgod.blogspot.com/

Silvio disse...

Rogerio, gostei bastante desta parte principalmente pela tom que deixou eu querendo ler mais e mais. .

Parabéns e estou gostando bastante das histórias em série!

Peterson Nemesis disse...

a-do-rei
=D

vanessaluiza.com disse...

Blog MUUITO lindo!

voltarei :)

kbritovb disse...

opa ta ficando melhor ainda hein
será que é alguem "morto"

Garota em Apuros disse...

Rapaz, muito bom!
Prende a atenção à beça!

Fiquei impressionada com o seu poder de síntese para elaborar os resumos das partes! Exige um bocado de desapego que é difícil de direcionar a sua própria obra!

Meu blog também é assim, sequencial. Mas a história é real. Dá uma passadinha lá. Se você ler a partir da postagem 9 não ficará muito perdido!

http://diariodeumagarotaemapuros.blogspot.com/

Arash Gitzcam disse...

Playboizinho q dá coça nos outros meredce o castigo eterno de Deus, e o terá!

DuduIndie disse...

Que medo mann ;), poxa da hora a história me frez lembrar efeito borboleta meu, que já um clássico da nova geração do cinema...
Abraço do Quem quiser leia!!

Gutt e Ariane disse...

Mas esse Paulo hein... capitulo XIV? Por Odin!! Termina logo essa novela... : P

Bruuh Fevers disse...

Muito legal seu blog,gostei mesmo!!Esse post ta ótimo!

http://imodelblog.blogspot.com/
Bjs

Juηiøя disse...

BLOG MASSA VÉI
PARABENS

VISITA O MEU AI

www.diarreiavideos.blogspot.com

Janelas do Rosto disse...

Rogério, q estilo lierário vc utiliza? n sei se é proposital, mas tem muita falta de concordância nos seus textos e senti falta de algumas vírgulas. Aconselho vc a revisar melhor os seus textos e a tentar encaixar de maneira mais "adequada" um período do outro.
Deu pra perceber q vc tem a manha de escrever, falta só organização.
Abç

Macaco Pipi disse...

AMEM!
AS PESSOAS BOAS, DEVEM SER BOAS!

Larissa Pires disse...

Gostei da idéia de escrever em série!!
Enredo interessante da história... e mais interessante foi sua iniciativa de fazer um resumão dos capítulos anteriores pra quem chegou agora (como eu!) xD
Muito bom! =D

Gustavo Santiago disse...

Ahaha cara muito bom!!
Eu tenho acompanhado alguns capítulos parceladamente e essa história do Paulo realmente vai muito longe.
Essa do alfredo no MSN é a mais contemporânea de todas! rs
abração

Moosh Massacre disse...

deveria ter algum jeito de avaliação do post no seu blog, abraços!

maricotO disse...

Bom, com alguém já disse, vc parece saber utilizar as palavras realmente. Mas a concordância é muito imprtante. Se você se preocupa em fazer um texto bem escrito, e tem algum objetivo com isso, você tem de olhar com afinco essa questão. Caso não, continue como você faz que muita gente tá gostando pelo visto. Flw..

Renan Leal disse...

Primeiro, esse layout com balões e luas, é ao mesmo tempo, gótico, fantasioso, romântico e infantil. O texto super bem escrito com um ar poético (se bem que eu vejo poesia em tudo), mas não curto muito contos. Mas parabéns!

Arlan Souza disse...

Vc tem talnto, sem duvida.
Mas tome cuyidado com a concerdância, pontuação.
Lapidi-se.
Boa sorte!

Canto do Lufa disse...

Nossa que tenso!

Mas também está todo errado!

Bater numa pessoa é difícil de aceitar.

A consciência deposi pesa mesmo.

Mesmo depois de 10 anos.


Nossa o texto está bem escrito que me revoltei e comecei a quase a julgar.

MariaClara disse...

e esta história intrigante, quando acabará?rsrsrs Alfreeeeeeeedo... quero saber?!!! rsrsrs
to gostando,acompanhando o desfecho...
bjos

Pobre esponja disse...

Legal o texto, amigo.
Uma sugestão: Paulo, Paulo... assim, em um texto quanto menos se repetir uma palavra, melhor. Seria legalç se você colocasse "ele", "o moreno seguiu (exemplo)", etc, porque a repetição de uma mesma palavra, ainda mais do protagonista, cansa os ouvidos.

abç
Pobre Esponja

LuEs disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LuEs disse...

Eu realmente acho que será difícil para você dar uma conclusão plausível e aceitável ao seu conto. Muitas perguntas terão que ser respondidas de maneiras bastante concretas, como, por exemplo, o modo usado por Sussuros/Alfredo para entrar no mundo cibernético depois de (supostamente) morto.

A ideia de tempo é meio falha. João realmente estava andando em cícrculos? O fato de Paulo estar preso no seu quarto "há horas" só pode ser justificado caso o outro realmente esteja andando em círculos, afinal, considerando que morem na mesma cidade, não creio que um levaria mais do que uma hora para estar na casa do outro. Assim, ou Paulo não está preso "há horas" ou João está mesmo andando sem progressão. Caso a segunda opção seja verdadeira, é bom deixá-la clara na próxima parte do seu conto.

Pelo texto, posso supor que João não era amigo de Paulo quando o segundo morava no interior e namorava Michele. Certo?

Devo ainda dar um conselho: tome mais cuidado com os seus períodos. A pontuação errada transforma o sentido de certas orações e desconectam períodos que essencialmente devem estar juntos. Sugiro veemente que revise com mais atenção os seus textos, tornando-os mais fáceis para quem lê.
Observe essa oração:
"- Meu Deus! Não, pode ser Alfredo está morto [...]"
A vírgula colocada onde está provoca efeito contrário na leitura daqueles que realmente lêem o seu texto. O correto seria marcá-la após o verbo "ser", criando assim o sentido correto.

Sugestões e elogios dados.
Espero pela próxima parte.
;D

Samira Lima disse...

Gostei da história, mto intrigante! Daria vontade de ler textos como este o dia todo, se não fossem os inúmeros erros de português. Sei que é muito chato quem fica corrigindo, mas é uma crítica construtiva, porque é muito chato também ler ideias ótimas, porém, mal escritas. Uma dica é escrever no word, ou passar o corretor ortográfico do próprio blog, antes de publicar.

Parabéns pelo blog e sucesso!

abçs

Merveilleux monde de la mode disse...

Muito bom o texto,uma história interessante !! parabens, sucesso.

Junior disse...

muito interessante seu blog. adorei!! abraços

mateus_network disse...

seu blog é bacana
Abraços!

teste disse...

Já comentei aqui! Mas ressalto que se tivesse tempo ia ler tudo e sua idéia é muito boa! Parabéns!

http://www.e9adm.com.br