sexta-feira, 15 de maio de 2009

Diário de um Sobrevivente parte 7

LIVRO 3 RETORNO A ESCURIDÃO

Eu pensei que o pior já tivesse passado como fui tolo em acreditar que nada mais poderia acontecer. Eu descobri que estava despreparado da pior maneira possível.
Meu erro nesse novo mundo, foi não se preocupar com o futuro, estava apenas vivendo o presente, sem se preocupar com mais nada. Afinal tudo era algo novo, era uma diversão que estava vivendo.
Um dia me disseram que quando algo de ruim é pra acontecer, acontece tudo de uma só vez, e foi o que aconteceu.
Fui muito inocente, não queria ver a verdade, estava vivendo uma ilusão. Às vezes temos que levar um tombo, cair com a cara no chão pra poder acordar, e ver a vida com outros olhos.
Quando despertei nesse novo mundo, tudo era tão irreal. Meu Deus só você sabe o que passei. No começo não queria acreditar, mas com tempo tive que aprender a aceitar meu destino.
Quando estava acostumando com essa nova vida, achando que nada mais poderia acontecer, acontece uma reviravolta e tudo muda.
Nós só aprendemos a dar valor às coisas quando perdemos.
Antes vivia num mundo cheio de pessoas, agitado, com poluição, e queria que todos sumissem e hoje deitado nessa cama, nessas minhas condições eu penso o contrario.
Agora eu olho pela janela o horizonte sem fim, e começo a lembrar de tudo que aconteceu comigo. Sinto um aperto do coração, sinto que algo que até agora nunca tinha sentido, o medo.
O medo da morte
... continua...

73 comentários:

Tata disse...

eu tenho acompanhado o seu blog, pois gosto de ler os seus textos!!!

Bjokass

fescenina disse...

nem todos dão valor quando perdem...

Arlindo disse...

bem interessante,suas historias são bem peculiares.

Tatinha Rodrigues disse...

É assim... Costumamos sonhar demais e não enxergamos a realidade. Só com um belo tapa na cara acordamos!
Parabéns, muito bom!

Monique Rosa disse...

Nossa o seu texto está cada vez mais natural.Até pensei que tinha dado uma pausa na história e estava fazendo um blog-diário.

Gilberto Marinho disse...

GOSTEI DE SEU BLOG, É BEM DIFERENTE DOS DEMAIS, ABRAÇO.

SE DER VISITA:
WWW.HUMAITAWEB.BLOGSPOT.COM
WWW.BLOGGDOLEAO.BLOGSPOT.COM

Gi Caipira disse...

Acho que também sou uma sobrevivente... mas optei por ignorar a obscura parte da morte ...
Gostei dos seus textos, e embora eu não consiga escrever coisas sérias... me identifiquei.

Abraços

Tobias de Melo" disse...

Uns reclamam por viver,
outros por não terem vivido,
alguns por não poderem mais viver.

Se viver não fosse necessário,
não nasceríamos.

Bom Blog.

Luz" Paz"

Diogo Stanley disse...

muito bom o texto gostei muiro

Tainã the Alchemist disse...

teu blog ja ta na lista de blogs do meu
http://tainanthealchemist.blogspot.com/
meu professor de história tava falando ontem q certas pessoas só aprendem com seus erros,enquanto outras aprendem com os erros dos outros...mas acho q o 1º grupo é o q se emociona mais

Lombardi* disse...

muito bom os textos

Adriano Ferreira, CM disse...

esse diário de um sobrevivente pode ser germen de um livro, tipo robson crusoé...

Mr. Andrógyni-# disse...

Mto bom o texto , escreve mto bem, parabéns !!!!


http://www.dupladameianoite.blogspot.com/

Jonh171Gatinho disse...

boa sorte com o blog, li acho que o 4 e 5 mais nem mi recordo mais...

Gustavo Santiago disse...

é isso aí, muito bom.
paroles que tu saime en vent.

Rosangela A. Santos disse...

Quem nunca se enganou .. viveu uma ilusão .. mas a lição fica e pra sempre...

Parabéns .. seu texto está ótimo ..

Abç.

Magoo disse...

Olhar para trás e se arrepender é bobagem...assim como a História, a vida pode ser cíclica. Por isso o ser humano é dotado de uma psique que constantemente se atualiza,se renova!.Paraaprender com o passado,refletir, e seguir adiante...
.
http://bloggalemdoqueseve.blogspot.com/
.

Leo Lagden disse...

Vou ter que pegar e ler desde o começo...
Depois eu posto com mais propriedade.
Tá adicionado nos meus favoritos.

Guiovan Coimbra de Oliveira disse...

um pouco dramatico porem não peguei a história do começo...
vou acompanhar os antigos ok!!!!
abraços!!!

Guiovan Coimbra de Oliveira disse...

ps: www.gugaoliveira.blogspot.com

Fábio Flora disse...

Corrija "Palavras ao[s] ventos". Sobre o texto, acredito que esteja, digamos, "introspectivo" demais. Abraços e sucesso com o blog!

Marcos Vinicius Lima de Almeida disse...

Bem bacana

Bruno R.Ramos disse...

Execelentes textos. Gostei e voltarei para maior aprofundamento e análise

Guiovan Coimbra de Oliveira disse...

cara lí a aprte 1 para compreender melhor a historia!!!!
vou continuar certo...?
fiquei curioso?
ficção cientifica?
futurismo?
abraços!!!!
vou ser seguidor>>>
e virei sempre pra acompanhar farei comentarios em topicos anteriores.


www.gugaoliveira.blogspot.com

BRUNO disse...

Novamente por aqui, já estou seguindo seus contos, parabéns msm!

Abraços!

http://tempo-horario.blogspot.com/

BRUNO

Jéssica Oliveira disse...

Adoooorei seus textooos, sempre que puder vou dar uma passada por aqui muito bom msmo beijãao!

Nandy disse...

Quero a continuação!!!!!!! adorei!

http://www.gratismegadownloads.blogspot.com/

Marcos Vinicius Lima de Almeida disse...

prende a atenção da gente.

Wander Veroni disse...

O medo da morte faz com que repensemos a vida de uma maneira mais profunda. Parabéns pelo texto!
Abraço

abutre236 disse...

Putz.... parei de acompanhar na parte 7. Vou ver se consigo voltar e ler o restante.

º°● Piter disse...

Fiquei curioso e preocupado em saber o que tem. Que condições são essas que cita?

Escreves bem...continue fazendo sua catarse.

♪ Viíh disse...

• Parabééns pelo Blogger.
Suas histórias são interesantissimas . Você escreve super bem ;)

E obrigado por comentar no meu Blogger. Seja senprê been vindô ;)

Alexandra disse...

gostei do texto...
parabens

Giullianne Vicente disse...

Os texto são seus mesmo?
Parabéns!

Jonh171Gatinho disse...

quase um livro

planetadablogueira disse...

Já estou acompanhando, pra saber em que vai dar!!!

Abração e sucesso

Sipriano da Silva disse...

posta mais cara, muito show! =p

♪♫Kaique♫♪ disse...

Legal... =D

Marii Bernnardo' disse...

perfeito. me coloquei no lugar do personagem. inocente, apenas vivo o presente, e sei que um dia, vou cair de cara. mas sei que prescizo disto. para realmente abrir meus olhos.
adorei teu blog. tou te segindo.
ficaria feliz se vc me seguisse tbm ó/

Lady T disse...

Vc escreve muito bem!!
Parabéns, e sucesso!
Beijos


http://king-of-notebook.blogspot.com

Gabriela disse...

Seu blog é muito legal e seus textos são muito bonitos, parabéns!

Augusto disse...

Olá amigo,

Vim convida-lo a participar da promoção que vai sortear domínios .com .net no blog www.infoxcomp.com

Estamos abertos a parcerias, contato.

Abraços

Marcus Alencar disse...

Acho que é bem assim mesmo esse negócio de aprender o valor das coisas quando as perdemos, sabe, mas como já disseram nem todos fazem isso. Os que fazem certamente podem se considerar pessoas maduras e prontas para não cometer os mesmos erros.

Thiago Henrique disse...

Bem intressante seu blog cara. Comecei a ler as histórias e to curtindo bastante.
Parabéns.

Vou estar sempre po aki.

Abraços.

Rubens Rodrigues disse...

Ótimo texto!!!
Não lios anteriores, por isso não sei se perdi algo, mas ainda assim deu pra criar um conceito da história. Fico imaginado, em quais condições o personagems está ^^'

Ricardo Thadeu disse...

Você escreve bem. Sua história tem um enredo forte e retomadas interessantes.
Só tome cuidado com o uso do “me” e do “se” (no caso de “... sem se preocupar com mais nada.”, você usa um marcador de primeira pessoa “meu”, logo, deveria usar o “me”). Mas isso não torna o texto incompreensível, não feriu o entendimento.


Parabéns pelo blog.
Até a próxima!

Luiz Guilherme disse...

os tolos pouco acreditam q algo pod acontecer,ou q tdo acontece com os outros.

http://lg7fortalezace.blogspot.com/

vlw

blog disse...

Camarada, seu texto carece de uma pontuação mais criteriosa. Numa boa. É só um toque.
A língua é o instrumento com o qual vc veicula o texto.

Sei que nem todos recebem bem esse tipo de toque, mas espero que vc leve como algo positivo.
Abraço.

Ipsis

Nanda Kiedis Declama disse...

Poxa eu estou meia perdida pois é o 1º texto que leio, mas eu o achei muito interessante e estou hiper curiosa para ler os anteriores.
"Um dia me disseram que quando algo de ruim é pra acontecer, acontece tudo de uma só vez, e foi o que aconteceu." esse trecho descreve o momento em que estou vivendo agora!!!

Bjs

ESTRONDAAMIX disse...

ISSO DEMOSTRA QUE VOCÊ É UM BOM LEITOR!
http://www.estrondaamix.blogspot.com/

portaleducacaofisica disse...

Nossa, que texto, ta de parabéns. Abraços

Poetas disse...

Aos paulistas, nós os convidamos aos lançamento da coletânea XXI POETAS DE HOJE EM DIA(NTE) no próximo sábado às 19h30 no Bar do Batata.

Mais info: http://xxipoetasdehjemdiante.blogspot.com/

PARA QUE NÃO SEJAM
SÓ PALAVRAS
AO VENTO.

Rubens disse...

Realmente somos sobreviventes mesmo, dê vaor a sua vida, infelizmente vc perdeu para aprender isso, não vacile mais as vezes perdemos algo tão importante que mexe a vida toda da gente.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

sofismo disse...

Kra, tenho acompanhado sua saga, é muito interessante.
Valeu

Toilette disse...

Adorei o texto, vou passar mais vezes por aqui! ;)

Nubinina!

Débora Borsatti disse...

Muito intenso, seu modo de escrever desperta sentimento no leitor e nos coloca dentro da história. parabéns!
Um abraço

Aflaudisio Dantas disse...

esse texto demonstra uma época da minha vida em que me senti sem chão
um belo texto pra refletir

Mister D disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lady T disse...

Muti bom o texto, continue postando por favor ^^

Beijos

http://king-of-notebook.blogspot.com/

Mister D disse...

Muito massa ,gostei

Sucesso

Trend! disse...

você escreve muito bem, transparece verdade. Parabéns :)

Prof. Wander Jr disse...

Parabéns pelo texto, admiro quem tem habilidade de escrever, minha vontade e desenvolver o habito. parabéns. Visitando, comentando e t seguindo. Ve o meu lahhh

Lee Belula disse...

pena que naum li todas a s postagens mais vou ler sim...muito bom....

Lívia Lunardi disse...

Adorei o seu texto...principalmente o final...
medo da morte.

eu acho que esse medo persegue cada ser humano.... por mais que existam pessoas que afirmam não ter esse medo, eu acho que seria uma mentira...

meu maior medo é de morrer sem ter tido o tempo suficiente pra tornar realidade tudo o que eu quero pra minha vida...

belo blog, belos textos.
www.caminhandoentrepanos.blogspot.com

Maju disse...

já tá meio tarde, e pra eu fazer um comentário decente eu tenho que ler desde o começo, mas pelo pedacinho que eu li, tem potencial! parabéns! apareça no meu também! =)

Richard disse...

parabéns pela postagem!
Leio sempre seu blog
abs!

Marcus Alencar disse...

Cara, transmissão de pensamento, rs, pois pensei em algo parecido no meu texto no blog, sabe, que a gente só se dá conta do valor das coias quando perde, quem dera se despertassemos antes disso para poder aproveitar mais a vida, não é?

Guiovan Coimbra de Oliveira disse...

TODOS DAMOS VALOR SOMENTE APÓS QUE PERDEMOS ALGO!!!
É MUITO DIFICIL CONSEGUIR DAR VALOR A AGUMA COISA QUE ESTAR LHE PROPORCIONANDO BEM ESTAR QUANDO VC Á PERDE AI SIM VC SENTE TODA A FALTA DO MUNDO!!!1 ABRAÇOS!!!

Lady T disse...

Muito bom o texto,parabéns

http://king-of-notebook.blogspot.com

Luan disse...

Ora, quem nunca pensou que estava tudo bem e se tocou que faltava apenas um nada pra tudo desmoronar sobre seu teto?

INFORMIX disse...

Parabéns..
Legal , pra quem tipo eu q gosta de ler ai esta um ótimo blog.


visite ai
informixinformatica2.blogspot.com

sacipirata disse...

Parabéns pelo blog, ótima história essa!
Abração do Saci :D

Momentos disse...

sonhar sempre é bom o ruim é que sempre temos que acorda para a realidade